Auto Europe

  • PORTUGAL
  • Contacte os nossos agentes de reservas

    ALUGUER DE CARROS BARATO EM DUBROVNIK

    Aluguer de carros em todo o mundo
    Alamo Rental Car
    Avis Car Rental
    Budget Rental Car
    Dollar Car Rental
    Europcar
    Hertz
    National Car Rental
    Sixt Rent a Car
    Aluguer de carros em todo o mundo
    Descubra as vantagens
    da Auto Europe
    • Compare diferentes empresas e encontre a melhor oferta
    • Cancelamento grátis até 48h antes do levantamento
    • Sem taxas de cartão de crédito
    • Disponível 7 dias por semana
    • 24,000 balcões de levantamento em todo o mundo

    Aluguer de carros em Dubrovnik – Conheça a "Pérola do Adriático"

    Localizada na Croácia, mais concretamente na costa da Dalmácia, a cidade de Dubrovnik tornou-se uma importante potência marítima do Mediterrâneo logo a partir do séc. XIII. Apesar dos esforços para preservar as suas belas igrejas, mosteiros, fontes e palácios de épocas artísticas como o Gótico, o Renascentista e o Barroco, dois acontecimentos importantes – o terramoto de 1667 e a guerra civil na ex-Jugoslávia iniciada em 1990 – danificaram fortemente as estruturas originais, que estão hoje sob jurisdição da UNESCO, que classificou muitos destes sítios como Património Mundial da Humanidade, tendo sofrido um dos maiores programas de restauração de todos os tempos. Faça um aluguer de carros em Dubrovnik e descubra as suas ruas de pedra calcária, edifícios barrocos lindíssimos e o brilho do Mar Adriático logo ali ao lado.

    A história desta cidade remonta ao séc. VII, quando a antiga cidade de Ragusa foi fundada por refugiados de Epidaurum, ficando sob proteção do Império Bizantino e, mais tarde, sob soberania da República de Veneza. Dubrovnik governou-se a si mesma entre os sécs XIV e XIX como um estado livre baseando-se a sua prosperidade no comércio marítimo. Em 1667 a cidade foi quase completamente destruída por um grande terramoto e, mais tarde, no meio das Guerras Napoleónicas, foi ocupada pelas forças francesas e incorporada no reino de Itália (à época, um estado satélite de França) e de seguida nas chamadas Províncias da Ilíria. Durante praticamento um século, a cidada passou a fazer parte do Império Austríaco até que passou a fazer parte do reino da Jugoslávia com o desmembramento dos impérios europeus no fim da I Guerra Mundial. Algumas décadas mais tarde, e depois de terminada a II Guerra Mundial, Dubrovnik passou a fazer parte da República Federal Socialista da Jugoslávia até que, em 1991, após a queda do Muro de Berlim e o desmembramento da Cortina de Ferro e do Pacto de Varsóvia, uma guerra civil entre vários dos antigos estados jugoslavos sujeita Dubrovnik a um cerco de sete meses e a intensos bombardeamentos que lhe destroem grande parte da sua estrutura, incluindo inúmeros edifícios históricos. Da segunda metade dos anos 90 do séc. XX à primeira década do séc. XXI, assistimos a um trabalho hercúleo de restauro, organizado pela UNESCO, que volta a colocar Dubrovnik no topo dos destinos turísticos europeus do Mediterrâneo e um local muito popular para filmagens para Cinema e TV.

    A Auto Europe tem parceiros no aeroporto ou no centro da cidade, para que possa levantar o seu aluguer de carros em Dubrovnik no local que lhe fôr mais conveniente. Pode escolher reservar um pequeno carro citadino para uma escapadinha de fim de semana ou, se preferir algo mais exclusivo, reservar um dos nossos veículos de luxo, disponíveis na nossa frota de marcas premium em Dubrovnik. Para mais tranquilidade, porque não verificar as Opiniões de clientes sobre o aluguer de carros em Dubrovnik para perceber o que clientes anteriores tiveram a dizer da excelente variedade de opções que a Auto Europe oferece nesta cidade?

    Como é o trânsito em Dubrovnik?

    Sem dúvida que alugar um carro em Dubrovnik é a melhor maneira de descobrir a Croácia. Aqui, aplicam-se as normais regras de trânsito também vigentes na generalidade da União Europeia. É seguro conduzir em Dubrovnik pois as estradas estão, na sua generalidade, em boas condições. Normalmente, o limite de velocidade é de 130 kms/h nas autoestradas, 90 kms/h em estradas nacionais e vias rápidas e 50 kms/h dentro das localidades. Mas existem exceções a estas regras e, por isso, é recomendável manter-se atento à sinalização.

    De 01 de novembro a 31 de março é obrigatório circular com os faróis acesos o dia todo. Entre 15 de novembro e 15 de abril é também obrigatório o uso de pneus de inverno ou correntes de neve (que devem estar na mala do carro para uso imediato em caso de necessidade). Não é obrigatório conduzir com este equipamento na Ístria e na Dalmácia mas em todas as outras zonas da Croácia é obrigatório. Por isso, caso vá viajar bastante, é melhor não arriscar uma coima de trânsito ou, pior, ter mesmo a necessidade de usar este equipamento e não o ter à mão.

    As autoestradas com várias faixas no mesmo sentido têm portagens e as mesmas são identificadas com a letra A, seguida do número da estrada em causa. Por exemplo, a A1 liga Zagreb com a Dalmácia e a A6 liga a mesma Zagreb à cidade de Rijeka. Ao entrar na autoestrada, deve retirar um bilhete da cabine e pagar depois à saída. Para o efeito, há sempre uma cabine de pagamento automático ou cabine de operador. As portagens podem ser pagas na moeda local, o kuna, ou em euros. Podem também ser pagas por cartão de crédito ou de débito. Se pagar em euros, receberá troco em kunas. Existem nas autoestradas paragens para descanso e postos de gasolina.

    As ruas de Dubrovnik são bastante estreitas e as curvas podem ser muito apertadas. Por isso, na hora de escolher o carro, tenha este fator em consideração e perceba também que deve conduzir com muito cuidado para não danificar o seu carro ou propriedade alheia.

    Onde posso estacionar o meu carro de aluguer em Dubrovnik?

    Encontrar um lugar para estacionar o seu rent a car em Dubrovnik pode ser frustrante, especialmente durante a época alta turística. O estacionamento é tão difícil aqui como em qualquer outra cidade antiga. Não se esqueça que a Cidade Velha é uma área sem carros sendo, por isso, proibido entrar lá dentro com um automóvel. As áreas de estacionamento existentes estão divididas em quatro zonas: a zona 0, zona 1, zona 2 e zona 3. Dependendo daquela em que estacionar, mais ou menos paga e mais ou menos dura o tempo de autorização máxima de estacionamento. O estacionamento é cobrado nas zonas 0 e 3 durante todo o dia e todos os dias da semana. Na zona 1 é cobrado entre as 6:00h e as 22:00h. E na zona 2 é cobrado entre as 6:00h e as 2:00 do dia seguinte. O estacionamento gratuito só existe fora das áreas limítrofes da Cidade Velha. No distrito de Babin Kuk, por exemplo, pode estacionar gratuitamente e, de lá, apanhar um autocarro para a Cidade Velha.

    Se estacionar nalguma das zonas pagas, terá de comprar o respetivo bilhete e colocá-lo bem visível junto ao pára-brisas do carro para que os fiscais de estacionamento possam observá-lo sem dúvidas. Certifique-se que tem troco para usar nas máquinas. Se preferir, pode adquirir antecipadamente um destes bilhetes em quiosques, lojas ou até na receção do seu hotel. Se comprou um cartão telefónico recarregável croata para usar no seu telemóvel enquanto visita o país, também pode pagar o estacionamento usando o telemóvel, enviando uma mensagem de texto com a matrícula do carro e referindo a zona em que estacionou. Se estacionou no lugar errado, se cometeu um engano a escrever o local correto ou se não comprou bilhete de estacionamento, a possibilidade de pagar multa e de ter o carro rebocado, com todas as despesas inerentes a recair sobre si, é bastante grande.

    Existem várias garagens públicas de estacionamento a preços bastante razoáveis em torno de Dubrovnik. Um silo de estacionamento com vários andares pode ser encontrado em Ilijina Glavica, a apenas dez minutos a pé do centro. Mesmo na época alta, constuma haver vagas disponíveis. Se chegar à cidade ao início da manhã, talvez tenha sorte de encontrar um lugar em Porto de Gruz, que fica próximo de todos os serviços de transporte público local.

    Aeroporto de Dubrovnik

    Também conhecido como Aeroporto de Cilipi, o Aeroporto de Dubrovnik está localizado a apenas 22 kms do centro da cidade. Embora tenha a pista mais longa do país, esta estrutura aeroportuária é apenas a terceira em termos de volume de passageiros da Croácia. Datado de 1962, o antigo edifício do aeroporto foi demolido para dar lugar àquele que é hoje o novo terminal, mais moderno e melhorado.

    Aeroporto Internacional de Dubrovnik (DBV)
    Telefone: +385 20 773 100 / 377 / 333
    Morada: Dobrota 24, 20213, Cilipi, Croácia
    Website: https://www.airport-dubrovnik.hr/en

    O que fazer em Dubrovnik

    Todos aqueles que viajam para Dubrovnik devem explorar ao máximo cada cantinho que puderem. Tudo nesta cidade respira História, desde as mundialmente famosas muralhas da cidade até cada esquina do seu centro histórico. Vale a pena visitar a infinidade de igrejas que aqui existem, mosteiros e monumentos de diferentes estilos, todos contando uma história diferente mas convincente. Abaixo encontram-se algumas das nossas sugestões para visitas obrigatórias:

    • Muralhas da cidade: A primeira coisa que verá ao chegar a Dubrovnik de avião são as muralhas da cidade. Foram construídas, e reconstruídas, entre os sécs XIII e XV, resistindo às tentativas de invasão turcas. Não havendo ameaças desse género agora, a muralha tornou-se uma das visitas favoritas dos turistas, que demoram entre uma a duas horas a visitar o circuito ao longo das suas ameias, com pequenas paragens para apreciarem as vistas soberbas e tomarem um café. Tem três pontos de início possíveis: Pile Gate (Portão Principal), Fort St Johns (Forte de S. João) e Fort St Luke (Forte de S. Lucas). Os bilhetes adquiridos para visitar estas muralhas são válidos também para visitar a Fortaleza de Lovrijenac desde que o faça no mesmo dia. Se é fã da série “Guerra dos Tronos”, vai de certeza reconhecer aqui alguns dos cenários que viu na TV.

    • Cidade Velha: É uma das cidades medievais mais bem preservadas do mundo. Cheia de ruas com paralelepípedos, igrejas barrocas, becos estreitos e lojas peculiares, as atrações são imensas e incluem ainda o Mosteiro Franciscano, o Palácio do Reitor e a Catedral de Dubrovnik. A Cidade Velha é compacta e fácil de visitar a pé. Abundam os restaurantes, perfeitos para um bom almoço antes de partir para visitar outras paisagens deslumbrantes.

    • Catedral de Dubrovnik: Este edifício foi em grande parte destruído pelo terramoto de 1667 e reconstruído pelo arquiteto Andrea Bufalini e Urbino. Passando o altar-mor podemos encontrar um tríptico alusivo à Ascenção de Maria, da autoria do pintor Ticiano, datado de 1550, bem como várias obras sacras de artistas croatas e italianos da mesma época. Itens litúrgicos preciosos estão armazenados no tesouro que aqui se encontra, datados de entre os sécs. XI e XVIII, incluindo os ossos folheados a ouro de S. Blaise.

    • Teleférico: O teleférico original teve de ser fechado em 1991 devido à guerra civil, que chegou a Dubrovnik com força imparável, e só seria reaberto em 2010 durante o Festival de Verão. Situado a 30 minutos a pé da Cidade Velha, este teleférico leva-o até à montanha e permite-lhe ter uma das melhores vistas da costa sul da Dalmácia. No topo, além de poder desfrutar das belas vistas, pode ainda saborear algumas iguarias e vinhos no restaurante-bar local. E se tiver sorte, se o dia estiver claro, conseguirá ver até perto de 60kms no horizonte, razão pela qual a Fortaleza Imperial foi construída mesmo ao lado no séc. XIX.

    • Ilha de Lokrum: Apanhar o ferry para esta ilha, que se encontra a curta distância de apenas dez minutos de viagem, vai levá-lo a um pequeno paraíso. Esta ilha está coberta por um denso pinhal com percursos pedestres e nela existe um antigo mosteiro beneditino, que também funciona como restaurante durante os meses de verão. Pode passear pelos seus exuberantes jardins botânicos, na companhia dos pavões ou dos coelhos residentes, antes de se refrescar numa das abundantes áreas de natação que esta ilha tem para oferecer. Também este local é de visita obrigatória para os fãs da “Guerra dos Tronos” – era “aqui” a cidade de "Qarth" e o claustro do mosteiro beneditino serviu como um dos cenários das filmagens.

    • Tour “Guerra dos Tronos”: Dubrovnik foi o palco principal desta série de renome internacional. A cidade foi cenário do “King’s Landing,” a capital dos “Sete Reinos”, sendo que a Cidade Velha está cheia de locais onde decorreram vários enredos da história. Do Pile Gate e do Pile Harbour é visível o cenário do porto de “King’s Landing”. O cais oeste de Dubrovnik é o cais de pedra onde as personagens Sansa e Shar observam os navios na “Baía de Blackwater”, sendo também o cenário icónico da 2.ª temporada em que os “mantos dourados” foram condenados a matar todos os filhos bastardos do rei “Robert Baratheon”. No Forte de Lovrijenac também decorreram várias filmagens, sendo imediatamente reconhecível como a “Fortaleza Vermelha” do “King’s Landing”. Muitas das filmagens na muralha de “King’s Landing” foram feitas no Forte de Bokar, junto das muralhas da cidade, para se captarem as vistas naturais deslumbrantes. A cena da “Casa dos Imortais”, em “Qarth”, quando a personagem “Daenerys Targaryen” procurava pela entrada nas muralhas em busca dos seus dragões roubados, foi filmada na imponente Torre de Minceta.

    Excursões de um dia com o meu rent a car a partir de Dubrovnik

    Com o seu aluguer de carros em Dubrovnik poderá descobrir a Croácia ao longo de toda a sua magestosa e encantadora costa. Abaixo, encontrará as nossas sugestões para algumas excursões e passeios de um dia que deve fazer durante a sua visita:

    Cavtat

    Esta cidade idílica à beira mar oferece os melhores frutos do mar, as praias mais idílicas e o pôr do sol mais incrível, tudo isto a apenas 30 minutos de carro de Dubrovnik. Não perca a possibilidade de ver o Palácio do Reitor e a Igreja de S. Nicolau. A encantadora Cidade Velha está repleta de ruas estreitas e antigos edifícios de pedra com telhados vermelhos. As atividades ao ar livre são muito populares tais como a natação, o paddle, o caiaque e o ciclismo.

    Mostar

    Ao passar a fronteira para a Bósnia-Herzegovina, chegará a Mostar em apenas 130 kms de viagem. O marco mais icónico é Stari Most, uma ponte em arco que parece saída de um conto de fadas, construída em 1566. A Mesquita de Mostar é outro dos seus edifícios icónicos que merece ser descoberto pelo seu passado emocionante. Não se esqueça de confirmar se o seu fornecedor permite que o carro possa ser usado noutros países – entre em contacto com a Auto Europe e peça a ajuda de um dos nossos especialistas em reservas.

    Kotor

    Esta cidade fortificada é outra das jóias escondidas da Europa Oriental. Situada entre a Baía de Kotor e as montanhas atrás da cidade, torna-se incrivelmente fotogénica para fotografias panorâmicas. Pode visitar a Catedral de Kotor, o Museu Marítimo e o Museu dos Gatos (dedicado obviamente aos nossos amigos felinos). Sugerimos que passeie pelas ruas desta cidade e se deixe apaixonar por ela.

    Split

    Localizada a cerca de 230 kms de Dubrovnik, não pode perder uma visita à vibrante cidade de Split! Perfeitamente localizada entre as montanhas e o mar, é a segunda maior cidade da Croácia e foi construída em torno do imponente Palácio de Dioclesiano, já com 1700 anos de existência. Hoje em dia, apartamentos, restaurantes e lojas residem dentro das antigas muralhas, criando-se um ambiente de museu ao vivo. O centro histórico, classificado pela UNESCO, é exclusivo para peões e daqui poderá apreciar a Catedral de S. Domnius, o Templo de Júpiter e os impressionantes portões do palácio. Recomendamos que viaje também até ao magestoso Parque Florestal de Marjan e à escadaria ali existente. Aqui encontrará trilhos de passeio com as melhores vistas que a cidade tem para oferecer.

    Transportes públicos em Dubrovnik

    Aconselhamo-lo a explorar a Cidade Velha a pé uma vez que é fácil chegar até lá de carro (pode estacionar nas imediações e comprar um bilhete de estacionamento ou usar um dos parques de estacionamento públicos). Os táxis estão estacionados do lado de fora do Pile Gate e do Ploce Gate, em Gruz, e encontram-se também em Lapad. Transporte da Uber está também disponível em Dubrovnik.

    Usar o sistema de autocarros também poderá ser uma boa opção pois é relativamente simples e há sempre ligações ao centro histórico a cada hora. As carreiras 1A, 1B e 1C são as mais populares para os turistas e ligam a cidade e o porto. A Rota 4 passa por muitos dos hotéis da cidade e termina mesmo junto ao Hotel Dubrovnik Palace. Bilhetes de uma hora estão disponíveis em vários quiosques ou, se preferir, pode adquiri-los diretamente a bordo. Se planeia usar os autocarros mais do que uma vez, a nossa sugestão é que compre um bilhete de um dia, válido por 24h. Existem autocarros diretos para Zagreb, Mostar, Split, Korcula, Orebic, Rijeka, Zadar e Serajevo. No verão, há ainda rotas para o Montenegro – para cidades como Kotor, Budva, Bar e Herceg Novi – além das cidades mais distantes de Prijedor e Banja Luka , na Bósnia. Os bilhetes de volta são geralmente mais baratos do que os bilhetes de ida. Ao regressar da Bósnia, não se admire que a polícia o aborde para verificar a sua identidade quando cruzar o Neum Corridor (Corredor de Neum).

    Links úteis

    Turismo de Dubrovnik

    Website do Conselho de Turismo da Croácia dedicado a Dubrovnik