Auto Europe

  • PORTUGAL
  • Contacte os nossos agentes de reservas

    ALUGUER DE CARROS BARATO EM VIENA

    Aluguer de carros em todo o mundo
    Alamo Rental Car
    Avis Car Rental
    Budget Rental Car
    Dollar Car Rental
    Europcar
    Hertz
    National Car Rental
    Sixt Rent a Car
    Aluguer de carros em todo o mundo
    Descubra as vantagens
    da Auto Europe
    • Compare diferentes empresas e encontre a melhor oferta
    • Cancelamento grátis até 48h antes do levantamento
    • Sem taxas de cartão de crédito
    • Call-center disponível seg-sáb
    • 24,000 balcões de levantamento em todo o mundo

    Aluguer de carros em Viena ao melhor preço

    Descubra a histórica cidade e capital da Áustria, quando e como quiser, ao volante do seu aluguer de carros em Viena! Deixe-se deslumbrar pela magnífica ópera da cidade, pela cúpula impressionante da igreja Karlskirche ou divirta-se num dos parques de diversões mais antigos do mundo, o Prater. Aprecie a cozinha tradicional austríaca numa atmosfera única no restaurante Augustinerkeller ou num dos muitos outros restaurantes disponíveis em Viena. Do alto da torre do Danúbio, a 170 metros de altura, poderá desfrutar de uma vista fantástica da cidade e dos bosques de Viena, Wienerwald. Também pode aproveitar para passear pelas ruas da cidade e fazer algumas compras.

    Como empresa intermediária de aluguer de carros com mais de 60 anos de experiência no setor, aqui na Auto Europe trabalhamos com uma grande variedade de empresas de aluguer internacionais e nacionais. Muitas delas são conhecidas em todo o mundo pela sua qualidade de serviço, o que nos permite oferecer os melhores preços e as melhores condições para o seu próximo rent a car. Dê uma vista de olhos nas nossas ofertas e na nossa frota de carros de aluguer na Áustria e planeie a sua próxima viagem a Viena com a Auto Europe!

    Como é o trânsito em Viena?

    A cidade de Viena está bem conectada com a rede de autoestradas austríacas. A A23, por exemplo, é bastante concorrida durante as horas de ponta, geralmente entre as 08:00 e as 10:00; e entre as 16:00 e as 18:00. Por isso, evite circular nesta zona nos horários indicados. Se passar pelo túnel Kaister na A22, tenha atenção redobrada aos limites de velocidade. Cada veículo é fotografado à entrada e à saída do túnel para calcular a velocidade real a que circulava.

    As autoestradas austríacas estão sujeitas ao pagamento de portagens. Este pagamento é feito através de uma vinheta que é colada no para-brisas do carro. Verifique com a empresa de aluguer local como funciona o pagamento da vinheta para circular sem stress com o seu rent a car em Viena. A cidade também está bem conectada com outras cidades austríacas. Por exemplo, a autoestrada Inntal, a A12, leva-o até Kufstein ou Innsbruck e a A1 liga Viena a Salzburgo. E para circular com mais segurança, nada melhor do que algumas dicas de condução na Áustria da Auto Europe!

    Onde posso estacionar o meu carro de aluguer em Viena?

    Os lugares de estacionamento gratuitos nas ruas de Viena são escassos. Além disso, a maioria das opções existentes são de curta duração, onde é possível estacionar até um máximo de 2 ou 3 horas. Nessas zonas de estacionamento de duração limitada, é necessário efetuar o pagamento da taxa correspondente. Geralmente não existem parquímetros. Ao invés disso, o bilhete de estacionamento deve ser adquirido em tabacarias, de forma online ou em balcões aderentes. O estacionamento gratuito só é possível em alguns bairros de Viena. Por isso, esteja sempre atento à sinalização existente para verificar se é um estacionamento gratuito ou sujeito ao pagamento de uma taxa. Além disso, verifique qual é o limite de tempo para deixar o seu carro de aluguer estacionado, pois este limite varia de bairro para bairro.

    Para evitar o stress associado à procura de um estacionamento nas ruas de Viena e para não ter de se preocupar em procurar um local para efetuar o pagamento do mesmo ou de estar limitado a um horário, é aconselhável estacionar o seu rent a car num dos muitos parques de estacionamento subterrâneos existentes na cidade, como por exemplo no Garage Prater, no Kärntnerstraße Tiefgarage ou no Parkgarage Hietzing.

    Outra alternativa é a opção de Park&Ride disponível em muitas cidades europeias. Parques de estacionamento, geralmente sujeitos ao pagamento de uma taxa, estão convenientemente localizados perto de estações de transportes públicos. Assim, poderá deixar o seu carro de aluguer estacionado e seguir o seu caminho com os transportes públicos. Além de evitar o stress do estacionamento no centro da cidade de Viena, também diminui a sua pegada ecológica durante a sua viagem de negócios ou férias na capital da Áustria.

    Aeroporto de Viena

    O Aeroporto de Viena é o maior e mais conhecido aeroporto da Áustria. Mais de 25 milhões de passageiros passam por este aeroporto todos os anos. Dependendo do meio de transporte selecionado, a viagem entre o centro da cidade e o Aeroporto de Viena pode demorar entre 15 e 45 minutos. Por exemplo, a viagem de carro pela autoestrada A4 demora cerca de 25 minutos. O aeroporto também pode ser alcançado de comboio ou de autocarro. As mais de 70 companhias aéreas existentes no Aeroporto de Viena viajam para um total de 172 destinos, espalhados por 71 países em todo o mundo.

    Aeroporto de Viena (VIE)
    Morada: 1300 Schwechat, Áustria
    Website: www.viennaairport.com
    Telefone: +43 170070

    O que fazer em Viena

    Há muito para ver e descobrir na bela cidade de Viena. Por isso, alugar um carro em Viena pode ser uma boa ideia para visitar o que quiser e na altura que desejar. Em seguida, deixamos algumas dicas para que se possa inspirar ao preparar o seu itinerário de visita pela capital da Áustria. Aproveite!

    • Schloss Schönbrunn: O palácio Schönbrunn é um dos pontos turísticos mais famosos de Viena e um dos monumentos mais visitados da Áustria. Originalmente, este era um palácio de caça do século XVII. O objetivo era construir um segundo Versalhes a partir desta construção, mas estes planos gloriosos nunca se concretizaram. Apesar disso, o maior castelo da Áustria foi construído aqui e utilizado como residência de verão do imperador. Apenas alguns dos 1441 quartos estão abertos aos visitantes, mas ao fazer a conhecida tour imperial é possível visitar 22 quartos do castelo acompanhado de um guia áudio. Entre outras coisas, o visitante pode ver a grande galeria, que foi utilizada anteriormente para eventos imperiais e que ainda está disponível para receber eventos nos dias de hoje. Com a tour de longa duração é possível visitar até 40 quartos. Recomenda-se comprar os bilhetes de forma online caso pretenda fazer a sua visita aos fins de semana ou em período de férias para evitar longas filas. Nas proximidades também pode encontrar um jardim zoológico, com mais de 700 espécies de animais. E para os visitantes mais aventureiros há um labirinto, aberto entre meados de março e início de novembro. O desafio será não só, encontrar o caminho, como também resolver algumas tarefas divertidas ao longo do percurso.

    • Prater: Este é o parque de diversões mais famoso de Viena e quiçá da Áustria. O Prater está aberto normalmente durante todos os dias do ano, 24 horas por dia. Contudo, algumas atrações estão fechadas durante os meses de inverno e o mesmo pode acontecer em dias de mau tempo, mesmo na época alta. Ao contrário da maior parte dos parques de diversões em que se tem de pagar uma entrada, no Prater, o visitante só tem de pagar nas atrações que deseja andar. Assim sendo, pode fazer um passeio pelo parque e apreciar a vista sem pagar nada por isso! Entre as atrações mais famosas está uma roda gigante, com cerca de 65 metros de altura, também famosa em outras grandes cidades como Berlim ou Londres; o Wildalpenbahn, um escorrega com uma espécie de carruagens; o Hotel Psycho, um comboio fantasma; e a montanha-russa Boomerang.

    • Kärntnerstraße: Esta rua já existe desde os tempos romanos. Nessa altura, a Kärntnerstraße era um elo de ligação importante entre os arredores e o centro da cidade. A rua segue em linha reta entre a praça Karlplatz e a catedral Stephansdom. Apenas alguns dos edifícios sobreviveram à Segunda Guerra Mundial, e em 1974, a Kärntnerstraße foi transformada numa zona para pedestres. Em nenhum outro local de Viena irá encontrar uma mistura tão única de edifícios históricos, comércio tradicional e lojas modernas de empresas internacionais como acontece na Kärntnerstraße. Aproveite a oportunidade para fazer uma pausa no Café Sacher e provar o bolo de chocolate típico, a Sachertorte. Também pode aproveitar para comprar algumas lembranças da cidade ou do Mozart, tal como os bombons com o seu nome, os Mozartkugeln, feitos de maçapão. Numa das ruas laterais está situado o palácio de inverno do príncipe Eugen, local onde pode encontrar o Ministério Federal das Finanças nos dias de hoje.

    • Schloss Belvedere: O castelo está dividido em duas partes - o Belvedere Superior e o Belvedere Inferior. Ambas foram construídas no século XVIII a pedido do príncipe Eugen de Saboia e serviram como residência de verão. Entre os edifícios ao estilo barroco poderá encontrar um grande jardim. Em ambas as partes poderá encontrar exposições de arte. No Belvedere Superior encontra-se uma exposição permanente com obras de arte da Áustria e, no Belvedere Inferior, poderá ver exposições temporárias de diferentes períodos artísticos. É necessário pagar entrada para visitar o Palácio Belvedere, mas a visita ao jardim do castelo é, quase na sua totalidade, gratuita. Somente as áreas do Kammergarten e do Alpengarten estão sujeitas ao pagamento de uma entrada. O Belvedere Superior está aberto diariamente das 9:00 às 18:00 e o Belvedere Inferior das 10:00 às 18:00. Além disso, ambas as áreas estão abertas às sextas-feiras até às 21:00. O parque tem diferentes horários de funcionamento, dependendo da estação do ano. Na exposição permanente, o visitante poderá deslumbrar-se com obras de grandes artistas, como Gustav Klimt, Claude Monet e Vincent van Gogh. Não perca!

    • Hundertwasserhaus: Hundertwasser está para Viena, como Gaudi para Barcelona! O famoso complexo residencial chamado de Hundertwasserhaus, projetado pelo artista multifacetado Friedensreich Hundertwasser, pode ser encontrado na rua Landstrasse 34-38 e vale a pena visitar, nem que seja só do lado de fora. O balcão de informações da Hundertwasserhaus, onde pode comprar cartões postais, pósteres e outras lembranças e obter mais informações sobre esta construção e o seu artista, está aberto entre as 09:00 e as 17:00. Para conhecer mais obras de Friedensreich Hundertwasser só tem de ir até ao outro lado da rua e visitar a vila de Hundertwasser. Além disso, a cerca de 400 metros da Hundertwasserhaus também poderá encontrar o museu Hundertwasser com mais obras deste artista.

    Excursões de um dia com o meu rent a car a partir de Viena

    Aproveite o seu aluguer de carros em Viena para explorar os arredores da capital da Áustria. Deixamos aqui algumas dicas do que visitar nos arredores de Viena para que possa aproveitar a sua estadia nesta cidade ao máximo.

    Schlosshof

    Este castelo barroco e o seu jardim estão localizados a menos de uma hora de viagem de Viena e perto da fronteira com a Eslováquia. A antiga fortaleza construída ao estilo renascentista foi remodelada no século XVIII ao estilo barroco a pedido do príncipe Eugen. Um dos pontos altos deste local é o jardim de 16 hectares que o convida a fazer um passeio. Se planear a sua visita durante o advento, poderá aproveitar para conhecer a encantadora vila de natal que é construída todos os anos nesta época tão mágica. O Schlosshof está aberto para visita todos os dias. De 15 de março a 29 de novembro está aberto entre as 10:00 e as 18:00. O resto do ano está aberto das 10:00 às 16:00.

    Wandern am Schneeberg

    A montanha mais alta do estado da Baixa Áustria, a Schneeberg, com os seus 2076 metros de altitude, pode ser encontrada a cerca de duas horas de distância de Viena. Existem vários trilhos para fazer caminhadas na Schneeberg, adequados para todos os públicos. Se está a viajar com toda a família, aconselhamos a fazer o trilho "Tut Gut Wanderweg" de uma hora de duração. Outros pontos de interesse em Schneeberg incluem a locomotiva a vapor que o faz voltar atrás no tempo, a igreja em memória da Imperatriz Elisabeth e o Panoramaweg, local que oferece vistas incríveis. Especialmente famoso entre as famílias é o mundo de brincar nas montanhas, com 5000 metros quadrados de divertimento para os mais pequenos. No inverno, Losenheim am Schneeberg transforma-se numa pequena área de esqui com inúmeros trilhos em declive. O mais conhecido é provavelmente o Breite Ries. E depois de tanto exercício físico, nada melhor do que se deliciar com os pratos típicos desta região. Opções não vão faltar!

    Schloss Schallaburg

    Depois de uma hora e meia de viagem desde Viena, poderá chegar ao castelo Schloss Schallaburg, localizado perto da vila de Melk. A arquitetura é dividida em duas partes: o castelo medieval e o castelo renascentista. Naquela época, o castelo era propriedade do conde de Schalla. Nos dias de hoje, o castelo serve como um espaço para exposições anuais, geralmente na área sociopolítica. Além disso, existem workshops especiais para aprender mais sobre estes tópicos. Até o parque do castelo vale a pena visitar. Aproveite para relaxar e passear nos seus 6500 metros quadrados por entre flores e árvores. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9:00 às 17:00, e das 9:00 às 18:00 aos sábados, domingos e feriados.

    Wienerwald

    Em menos de uma hora pode estar na Reserva da Biosfera da UNESCO em Wienerwald. Este é o habitat de inúmeras espécies de animais e plantas. Aqui também poderá encontrar uma grande variedade de paisagens e atividades. O Parque Natural Sparbach oferece diversão para todas as idades. O Parque Peilstein é uma boa ideia para aqueles que gostam de fazer atividade física. Em Wierwald também poderá encontrar um museu, o "Alte Dorfschmiede". Para os aficionados por história, nada melhor do que fazer um passeio histórico por Bad Vöslau. Aproveite a sua excursão pelos bosques de Viena para fazer caminhadas, respirar ar puro e estar em contacto com a natureza. Esta é uma boa opção para fazer uma pausa da vida na cidade.

    Informação geográfica e histórica

    A cidade de Viena, com quase 1,8 milhão de habitantes, é a cidade mais habitada na Áustria e está situada no lado leste dos Alpes. A oeste, as montanhas e colinas são decoradas por vinhas. Apesar do grande número de habitantes, quase metade de toda a área urbana da cidade é constituída por zonas verdes, que desempenham um papel importante tanto nos tempos livres dos habitantes locais, como na agricultura. O Danúbio flui através da cidade, que se situa entre os 151 e os 542 metros acima do nível do mar. Além do Danúbio, outros rios atravessam a cidade, sendo o mais famoso o Wienfluss. Viena apresenta um clima de transição com influências oceânicas do oeste e continentais do leste. Em resultado desta mistura, o clima pode variar bastante, mas a precipitação é baixa. A temperatura média no centro da cidade é de cerca de 11°C. Os meses de abril a outubro são os mais aconselhados para desfrutar de um clima ameno durante uma visita pela cidade. A partir de abril pode esperar por temperaturas de até 16 graus. Nos meses de julho e agosto registam-se as temperaturas máximas do ano. De dezembro a fevereiro, o visitante pode esperar por temperaturas abaixo de zero.

    Viena teve o seu primeiro assentamento permanente há cerca de 4000 anos, mas já há indícios de atividade na Bacia de Viena desde o período neolítico. No século I d.C., o Império Romano construiu os seus campos militares, conhecidos como Vindobona. Nos séculos seguintes eslavos, ávaros e bávaros estabeleceram-se nesta área. A primeira referência a "ad Weniam" data do ano de 881. Em 1221, Viena foi nomeada cidade e tornou-se num importante centro comercial nos anos que se seguiram. Algumas décadas depois, cerca de dois terços da cidade foram destruídos por um grande incêndio. Entre 1420 e 1421, muitos judeus foram executados ou expulsos da cidade por ordem do duque. Quase duas décadas depois, o duque Albrecht V foi eleito rei da Alemanha e a cidade de Viena foi nomeada a capital do Império Sacro-Romano. Em 1790 Viena já tinha cerca de 200 mil habitantes. Em 1805, Napoleão conquistou a cidade e em 1809 sofreu a sua primeira derrota contra os vienenses. A cidade continuou a crescer, incorporando bairros e subúrbios e, em 1910, Viena já tinha mais de 2 milhões de habitantes.

    Em 1934 surgiu uma guerra entre dois partidos, os socialistas cristãos e os social-democratas. Dollfuß baniu o Partido Social Democrata e foi assassinado um ano depois pelos nacional-socialistas. Depois da Áustria se juntar à Alemanha nazi, mais de 90 sinagogas foram destruídas, 120 mil judeus conseguiram fugir, mas cerca de 60 mil foram mortos em campos de concentração. Um quinto da cidade de Viena ficou completamente destruído depois dos ataques aéreos ocorridos em 1944, pouco tempo antes do final da Segunda Guerra Mundial. O exército da União Soviética entrou em Viena em 1945 e foi responsável pela nova administração da cidade. Em 1955, Viena foi dividida em quatro setores, um para cada uma das forças aliadas. Depois do fim da Segunda Guerra Mundial verificou-se um crescimento económico um pouco por toda a Europa Ocidental. Nas décadas seguintes, a cidade de Viena recebeu emigrantes vindos dos países vizinhos, como Hungria ou República Checa. Nos dias de hoje, Viena é considerada uma das cidades com maior qualidade de vida, em resultado da proporção elevada de espaços verdes existentes, dos índices elevados de segurança e da qualidade dos serviços de saúde, de transporte e de educação.

    Transportes públicos em Viena

    As opções de transportes públicos em Viena é variada e de qualidade. Os transportes são geridos por duas empresas: a Wiener Linien gere o metro, elétricos e autocarros dentro da cidade e a ÖBB (Österreichische Bundesbahnen) gere os comboios suburbanos (S-Bahn) e os comboios regionais.

    Metro (U-Bahn)

    O meio de transporte mais conhecido e utilizado em Viena é o metro ou o U-Bahn como se diz em alemão. Um total de cinco linhas e 93 estações transportam os visitantes e habitantes locais por toda a cidade. Por exemplo, a linha U1 (vermelha) permite deslocar-se até ao parque de diversões, o Prater, e a linha U4 (verde) leva-o até ao Palácio Schönbrunn.

    Elétrico (Tram)

    A rede de elétricos em Viena é extensa e uma das mais antigas do mundo. Com mais de 30 linhas e 1000 paragens, o turista pode andar pela cidade de elétrico. As linhas 1 e 2 têm percursos bastante interessantes para os turistas já que passam por zonas e edifícios icónicos da cidade de Viena.

    Autocarro (Bus)

    Várias linhas de autocarros complementam a rede de metro e elétrico na cidade de Viena. As linhas noturnas funcionam entre as 00:30 e as 05:00 e são uma boa opção para circular à noite a cidade, já que a maior parte dos transportes públicos não circula durante estes horários.

    Comboio suburbano (S-Bahn)

    O S-Bahn conecta a cidade de Viena com as redondezas na Baixa Áustria e Burgenland. São 10 linhas no total, sendo que a linha S7 faz a conexão com o Aeroporto de Viena.

    Links Úteis

    Turismo Viena